Início / Newsletter / Se um desconhecido o abordar num elevador…isso é: Elevator Pitch

Se um desconhecido o abordar num elevador…isso é: Elevator Pitch

elevatorFoi aproximadamente em 2004 que o Elevator Pitch chegou a Portugal. Este conceito inovador tem origem nos 5 minutos que em média o empresário/empreendedor tem ao encontrar um potencial investidor no elevador. Neste intervalo de tempo, o empreendedor vai ter de vender a sua ideia de forma a conseguir despertar o interesse do investidor para um segundo encontro, desta vez agendado entre ambos.

Não existe uma fórmula perfeita para um Elevator Pitch perfeito, vai depender do seu negócio, da impressão que vai transmitir e do interesse do investidor no seu mercado.

Imagine um cenário em que vai reunir-se com parceiros e ao entrar no elevador depara-se com um investidor conhecido, mas com o qual nunca teve a oportunidade de conversar sobre negócios, nem de conhecer pessoalmente. O que vai fazer?

A Maquijig deixa-lhe algumas dicas para poder aumentar as suas probabilidades de conseguir sair do elevador com a agenda mais composta e um grande sorriso nos lábios:

1.
Antes de tudo, precisa de ser visto e conhecido para aumentar as hipóteses de conseguir um bom pitch. Seja um membro ativo da comunidade de startups por exemplo; aumente sua rede de contactos, participe em grupos de redes sociais, não deixe o seu blog pessoal ou o site da empresa de lado e divulgue seus posts pelas redes sociais. Participe também em eventos Happy Hour, em competições de startups, ou inscreva-se em grupos de Networking. Fazer com que o investidor já saiba quem você é, já constitui um grande passo, principalmente se já o conhece de outras ocasiões.

2. Apresente-se e chame a atenção do investidor. Sorria, mas não abuse nem da simpatia nem caia no erro de ser direto demais, podendo parecer agressivo. Lembre-se que terá outra oportunidade em breve, portanto não fique nervoso para não assustar o investidor.

3. Seja breve e descreva o seu negócio de forma rápida e concisa. O objetivo é fazer com que o investidor saiba exatamente o que você faz e o que precisa logo nos primeiros 10 segundos. Conseguirá assim motivá-lo para ouvir o que resta do seu pitch.

4. Não perca o foco. Concentre-se o seu discurso, lembre-se de tudo o que ensaiou para falar e na ordem certa e não se disperse. Não se esqueça das informações mais importantes, como os benefícios para cada membro envolvido no projeto, desde os investidores, você enquanto empresário, parceiros, acionistas e cliente final. Um bom projeto, com futuro, tem de ser vantajoso para todos. Descreva com calma mas motivado o que faz e o que precisa.

5. Não se empolgue nos termos técnicos. KISS, ou seja, “Keep It Simply Stupid”, não complique, não use termos muito técnicos ou frases já muito ditas, ao invés pode criar as suas próprias analogias com humor, mas não abuse para não cair no erro de ser incompreendido. Transmita em detalhe o que o investidor precisa de saber sobre si e a sua empresa, mas não se empolgue em demasia. Tente deixar também de lado os números e projeções, para não se tornar maçudo, lembre-se que é um pitch e não uma reunião de trabalho.

6. Atualize o seu elevator pitch de acordo com o crescimento do seu negócio. Certifique-se de que as suas informações estão atualizadas e tente sempre renovar as suas técnicas de apresentação do pitch. Para isso esteja atento ao feedback do investidor que aborda e vá fazendo os seus upgrades diariamente.

7. Também pode utilizar o seu elevator pitch por email. Para tal, irá necessitar que alguém lhe apresente o investidor por email. Aqui também terá de praticar o seu pitch. Peça dicas e opiniões aos seus amigos, mas lembre-se que o pitch por email não oferece o mesmo impacto. Faço-o então de forma correta para aumentar as suas probabilidades de conseguir uma reunião ou um contacto de volta. Se entretanto já tiver feito o pitch cara a cara com o investidor, pode usar o email para lhe enviar mais dados até se reunirem, para isso tem de pedir o cartão de visita aquando do seu elevator pitch.

8. Pratique sempre e divirta-se com o seu treino. Não espere que a oportunidade apareça para improvisar. Não se deixe apanhar desprevenido e comece já hoje a praticar, esteja pronto para aproveitar qualquer oportunidade que aparecer.